1. Home
  2. Central de Aprendizado
  3. SEO para os que não entendem nada de SEO

SEO para os que não entendem nada de SEO

Descubra pormenores sobre SEO que podem alavancar o seu site nas pesquisas em buscadores

Nunca ouviu falar de SEO, mas quer saber do que se trata? Esse item foi feito para descomplicar o complicado.

SEO (Search Engine Optimization, em português Otimizador de Máquinas de Busca),  pode ser traduzido como otimizações focadas em buscadores. Ele consiste em uma forma de aumentar os acessos do seu site através de um conjunto de técnicas e estratégias que permitem que um site melhore seu posicionamento em resultados orgânicos, ou seja, que apareça na primeira página de buscadores como o Google.

Quando falamos de SEO, Conteúdo é o que mais importa!

Foque em providenciar conteúdo de qualidade nas suas páginas, em especial na home do seu site. Isso é a coisa mais importante para ser feita em um site.

Não importa qual hack, método ou magia negra que você use para melhorar o seu site, se você não tem conteúdo de qualidade, pode até conseguir sucesso num curto prazo com alguma estratégia, mas ao médio/longo prazo será muito difícil manter seu site relevante nas buscas.

Além de ser a coisa certa a se fazer, os algoritmos de busca do Google estão ficando mais inteligentes a cada dia, entendendo cada vez mais do que cada página se trata, sendo assim, criar conteúdo de qualidade e que realmente interesse aos visitantes do site ajudará suas páginas a alcançarem mais visibilidade.

Já percebeu que o mundo está virando mobile?

Se você ainda tem na sua cabeça que o desenvolvimento de sites e aplicativos para dispositivos móveis é algo de nicho, você tem que trocar o seu pensamento o quanto antes. Acessar sites por dispositivos móveis, como celulares, não é uma moda, não é nem o futuro, é o presente.

As páginas na internet não preparadas para smartphones (desde 2015) escorregam para bem longe do topo de pesquisas feitas no Google, que passa a considerar se um site é amigável a dispositivos móveis como um dos critérios para escondê-lo ou ranqueá-lo entre os primeiros resultados da pesquisa.

E quais são esses critérios utilizados nos algorítimos de busca?

  • Responsividade, ou seja se o seu site é adaptados para mútiplas plataformas (computadores, tabletes e smartphones);
  • Tempo de carregamento do site em dispositivos móveis;
  • O quanto uma página tem a menos de conteúdo disponível para acessos mobile.

Curiosidades técnicas:

Existe algo chamado de meta description quando falamos de SEO. Ela consiste em uma tag HTML ou seja, ela fica “escondida” dentro do código do seu site, o seu visitante não vai poder vê-la quando estiver no seu site, mas os robôs dos buscadores podem.

Seu objetivo com o meta description é ser uma introdução/resumo do conteúdo de uma página. Buscadores podem mostrá-lo como descrição de uma página nas suas páginas de busca, em especial quando o seu conteúdo é relevante em relação ao conteúdo buscado pelo usuário.

Em outras palavras, os meta description são uma oportunidade que você tem para melhorar a taxa de cliques da sua página nos buscadores.

  • Elas devem ter entre 120 e 160 caracteres (muito pequenas podem não conseguir passar a informação que você quer, muito grandes e os buscadores irão cortar ela em pedaços quando forem mostrar a descrição do seu site em suas páginas);
  • Elas devem ser acionáveis, terem uma voz ativa, funcionarem como um CTA (As meta descriptions estão aqui para informar e aumentar taxas de clique!);
  • Elas têm que ter haver com o conteúdo da página (O próprio nome delas meta DESCRIPTION diz que são uma forma de você escolher como descrever o conteúdo de uma página.);
  • Devem ser únicas, ou seja, nunca duplique uma meta description (até porque não faria sentido alguma outra página de um site ter o mesmo conteúdo e/ou objetivo de outra).

Fatores de ranqueamento

São mais de 200, cada um com seus pesos diferentes e que mudam a cada pesquisa, sendo que histórico de pesquisas de um usuário, geolocalização, horário, tipo de dispositivo são alguns dos que afetam (bastante) os resultados e você ao fazer um site não tem controle nenhum.

Alguns dos principais fatores de ranqueamento:

  • Conteúdo da página – Qualidade / Quantidade;
  • Bounce rate (taxa de rejeição) da página, tempo que os usuários passam no seu site sem cliques, o que indica o valor que enxergam no seu conteúdo;
  • Tempo médio do usuário na página;
  • Número de backlinks (links vindo de outros domínios) apontando para a página;
  • Número de links internos apontando para a página;
  • Tempo de carregamento da página;
  • Responsividade;
Atualizado em 18 de setembro de 2018

Este artigo foi útil?

Artigos relacionados

Deixe um comentário